Vergonha”, “frouxo”, “pipoqueiro”: súmula relata xingamentos do São Paulo na queda para o Grêmio

A súmula do empate por 0 a 0 entre São Paulo e Grêmio, que culminou com a eliminação do clube paulista nas semifinais da Copa do Brasil, na quarta-feira, 30 de dezembro, relata cobranças do técnico Fernando Diniz e xingamento do atacante Tréllez à arbitragem após o apito final no Estádio Morumbi, em São Paulo. Ambos foram expulsos.

Assim que terminou o jogo, Diniz e jogadores partiram para cima do árbitro Bruno Arleu de Araújo. Eles reclamavam do tempo de acréscimo. O juiz deu sete minutos extras, mas, segundo os são-paulinos, deveria ter aumentado o tempo por causa de paralisações justamente nos acréscimos.

Sobre a expulsão de Fernando Diniz, a súmula relata:

“Por ter ao final da partida, adentrado ao campo de jogo e proferido as seguintes palavras com o dedo em riste: ‘o que você fez é uma vergonha pro futebol, tinha que ser doze minutos de acréscimos’, sendo afastado pelo policiamento.”

Sobre a expulsão de Tréllez, o árbitro explica o seguinte no documento:

“Por ter ao final da partida proferido as seguintes palavras em minha direção: ‘você é um frouxo, pipoqueiro’, sendo afastado pelo policiamento.”

Depois do jogo, Fernando Diniz criticou o árbitro em entrevista coletiva. Disse que ele foi conivente com a postura do Grêmio de amarrar a partida.

No outro jogo da semifinal, o Palmeiras foi à Belo Horizonte e venceu no dia 30/12, o América/MG por 2 a 0. A final da Copa do Brasil de Futebol será entre Palmeiras e Grêmio, nas datas 3 e 10 de fevereiro de 2021. O sorteio definirá o local do primeiro jogo.

Fonte – ge (São Paulo)

Foto – Marcos Ribolli

Paranavaí 31/12/2020

Compartilhe: