Cantor “José Rico” foi empresário de terra-riquense de seis times

Com passagens por seis equipes no futebol profissional, o farmacêutico e professor de Educação Física de Terra Rica, Fábio Pereira Crepaldi, ou simplesmente “Fábio Pelota” como é chamado nos meios esportivos, tem um vasto curriculum de conquistas, um dos seus empresários foi o cantor José Rico, que tinha grandes laços de amizade na cidade.

ACP em 2007

O cantor sertanejo pernambucano quase todos os anos ia à cidade dos Três Morrinhos, faleceu em 2015.

Em Floraí

Fábio Pelota foi jogador profissional defendendo as equipes: Ivinhemense/MS em 2007/08, Ituano/SP em 2008/09, CENA/Nova Andradina em 2009, Misto de Três Lagoas/MS em 2010, Rio Branco de Americana/SP em 2010/11 e União Barbarense (Santa Bárbara do Oeste/SP) 2001/12. Foi campeão Sul-Matogrossense em 2007 e 2008 e vice em 2009 pelo Ivinhemense.

Fábio no Misto de Três Lagoas

Fui profissional até 2012, estava no União Barbarense na final do Paulista, teve interesse do clube em retornar em 2013, mas não concretizou. Apareceu então uma chance de jogar no exterior, as negociações com empresários não tiveram sucesso, então resolvi parar”.

Falou Fábio
Com o cantor Thiaguinho, em Jogo Beneficente na Vila Belmiro

Fábio contou ao site avelaresportes.com que poderia ter continuado a jogar, disse que parou no momento errado, mas que Deus sempre esteve ao lado dele, pois conheceu muitas coisas, lugares e ambientes memoráveis. Disse que disputou Campeonatos, como a Copa do Brasil estava no Ivinhemense e perderam para o Flamengo, o Paranaense, o Sul-matogrossense e o Paulista. Jogou a favor e contra grandes ídolos no futebol, é muito grato por tudo isso que o futebol lhe proporcionou.

União Barbarense

O terra-riquense de 33 anos, meia atacante, iniciou nas categorias de base do Paranavaí Atlético Clube em 2004 com o técnico Kokan, em 2005 foi para o Atlético Clube Paranavaí (técnico Silas Sanches), em 2006 foi para o Tudino de Arapongas e para o Astral (Curitiba), em 2007 retornou ao ACP (técnico Silas).

No Ituano

Na categoria Amador foi campeão três vezes: Florestópolis em 2012, Cidade Gaúcha em 2018 e Loandense em 2019 (foi artilheiro com 12 gols). Jogou ainda nas equipes Marialva (2013/14) e Terra Rica (2015/16).

Campeão e artilheiro pelo Loandense

No Futsal, Fábio Pelota teve a chance de jogar a Copa Morena de Futsal por Bataiporã/MS e para o CAL Noroeste, de Loanda na Série Bronze do Paraná. Agora em 2021 ele recebeu o convite para atuar por Paraíso do Norte (Anoparf) no Paranaense da Série Bronze, atuou no amistoso realizado na sexta-feira, 30/04, em Paranavaí, contra o São Lucas/Lanci Autopeças, foi bem, apesar do longo tempo que esteve inativo. Pretende iniciar um projeto de Escolinha de Futebol junto com a Diretoria de Esportes de Terra Rica. Estudou Educação Física na Unopar e Uniaselvi. O cantor José Rico atuou como empresário quanto ele estava no Misto e levou-o para o Rio Branco de Americana.

Futsal pela Anoparf

COVID-19

Sobre a pandemia que está em alta em alguns países e baixa em outros, ele assim opinou.

Realmente a pandemia da Covid-19 surpreendeu o mundo, pegou todos de surpresa, trazendo muita tristeza para a humanidade. Confiemos em Deus para que tudo acabe e passe a se normalizar. Em todos os sentidos a Covid pode ter atrapalhado de uma forma ou de outra, mas é possível observar com atenção as coisas boas que também apareceram (família, união, partilhas, um tempo para voltar a Deus”.

Opinou Fábio Crepaldi

FATO PITORESCO

Em 2008 voltava de uma lesão, e na final de um jogo profissional estava 1 a 1, no finalzinho do segundo tempo Deus me presenteou com um belo gol de falta e o título para o Ivinhemense contra o Misto de Três Lagoas, garantimos vaga para a Copa do Brasil”.

Contou Fábio Pelota

Em Terra Rica ele é proprietário da Drogaria Crepaldi, faltam um ano e meio para ele se formar no curso de Farmácia.

Na foto em destaque, Fábio e José Rico, admirador e empresário por vários anos do atleta.

Paranavaí 02/05/2021

Compartilhe: