Da permanência ao G-6, Coritiba x Athletico ganha ares de decisão

O clássico Atletiba, por si só, já costuma ser tenso, disputado e emocionante. Mas o Coritiba x Athletico de sábado, 9 de janeiro, às 19 horas, no Estádio Major Couto Pereira, em Curitiba, ganha ares de decisão. De um lado, o Coxa buscando uma arrancada para não cair. Do outro, o Furacão sonhando com vaga na Libertadores.

Quem sair vitorioso, portanto, vai manter o seu objetivo vivo e, de quebra, complicar o rival.

Nesta 29ª rodada, o Coritiba, claro, entra em campo mais pressionado. O clube é o lanterna, com 21 pontos. A distância para o primeiro time acima do Z-4, o Bahia, é de sete pontos. E o Coxa precisa de sete ou oito vitórias nos 10 jogos restantes. Ganhar o clássico pode reacender as esperanças.

Já o Athletico ocupa o 10° lugar, com 37 pontos. Além de eliminar o risco de rebaixamento, o Furacão tenta encostar no G-6. A distância, hoje, é de sete pontos. Mas vale lembrar que o G-6 pode virar G-7 ou até G-8 e aumentar as chances do Furacão de jogar a Libertadores em 2021.

As campanhas no segundo turno refletem as fases distintas dos times. O Coritiba é o lanterna do returno, com dois pontos conquistados de 27 disputados (8% de aproveitamento). Já o Athletico é o vice-líder, com 18 pontos – só atrás do São Paulo, que tem 19 pontos.

As escalações para sábado ainda não estão definidas, mas a montagem dos times também ajuda a explicar os momentos. Enquanto o Coritiba não tem nem um esquema tático fixo, até pelas trocas constantes no comando, o Athletico já tem os 11 titulares bem definidos.

O Coritiba, inclusive, terá a estreia do paraguaio Gustavo Morínigo, ex-Nacional-PAR e Libertad. Ele será o quarto técnico do Coxa na temporada. Antes dele, o clube teve Eduardo Barroca, Jorginho e Rodrigo Santana, sem contar os interinos Mozart e Pachequinho.

O Athletico também teve mudanças durante 2020, mas Paulo Autuori “já” está no clube há 15 jogos – são sete vitórias, um empate e oito derrotas com o treinador. Vários jogadores, inclusive, têm citado Autuori como fundamental para a reação rubro-negra.

Estamos a apenas um jogo para alcançar a meta que havíamos proposto, de ganhar esses quatro jogos, somar os 12 pontos e chegar aos 40. Mas é um clássico. E clássico não tem momento bom de um e ruim de outro. Clássico sempre se iguala”.

Disse Paulo Autuori
Paulo Autuori

A escalação do Coxa é um mistério, até porque Morínigo pode promover mudanças. Já o Athletico deve ter Santos; Jonathan, Pedro Henrique, Thiago Heleno e Abner; Richard, Christian, Léo Cittadini e Carlos Eduardo; Reinaldo (Fernando Canesin) e Walter (Bissoli).

OUTROS JOGOS

Sábado/09/01

19 horas – Sport x Palmeiras

21 horas – Fortaleza x Grêmio

Domingo, 10/01

16 horas – São Paulo x Santos, Flamengo x Ceará

18h15 – Atlético/GO x Bahia, Internacional x Goiás

20h30 – Vasco x Botafogo

Segunda-feira, 11/01

20 horas – Bragantino x Atlético/MG

Quarta-feira, 13/01

21h30 – Corinthians x Fluminense

Fonte – Fernando Freire e Guilherme Moreira (ge/Curitiba)

Fotos – Arte/ge e Reinaldo Reginato (Fotoarena/Estadão)

Paranavaí 08/01/2021

Compartilhe: