“Sem investidores e sem saúde financeira”, Grêmio Maringá retorna ao futebol profissional em agosto

Em seu retorno ao futebol profissional, o campeão paranaense de 1977, Grêmio Maringá, volta a campo a partir do dia 21 de agosto para tentar reconstruir uma história de glórias partindo da Terceira Divisão Paranaense. É uma tarefa árdua e que acontece no ano em que Maringá passou a ter dois representantes na primeira divisão, o Maringá Futebol Clube consolidou-se entre os grandes ao conquistar o vice-campeonato em 2021; o time nunca conquistou o título da máxima categoria do estado, mas já havia ficado com outro vice-campeonato em 2014. O Aruko, time que nasceu no ano passado e começou construindo sua história com o título da Terceirona, esse ano já garantiu o vice da Segundona e uma vaga na primeira divisão desse ano. 

Os responsáveis pelo retorno do Grêmio ao futebol profissional são os próprios torcedores. Eles fundaram o ITGEM (Instituto dos torcedores do Grêmio) que conseguiu inscrever o time na Federação e que agora terá o desafio de reconduzi-lo em dois anos ao acesso à Série A. Para que isso aconteça, antes será necessário obter pelo menos o segundo lugar na Terceirona, algo que não é fácil, sobretudo para um grupo que “não tem boa saúde financeira” e que “não conta com grupos de investidores”. 

As afirmações foram feitas pelo ITGEM em um comunicado publicado nas redes sociais do grupo.

Não faltaram alfinetadas aos clubes de futebol existente na cidade. 

A diferença entre os projetos é grande, mas o Grêmio, se sabe, costumava lotar estádios, e isso pode servir de atrativo para investidores, mas não é claro se o ITGEM está interessado nisso; certo é que dessa vez, o time está nas mãos dos torcedores, saudosistas das grandes tardes de futebol que o Galo proporcionou aos maringaenses entre 1976 e pelo menos até o início dos anos 90; depois disso, o Grêmio passou a ser sombra do que tinha sido até então. 

O experiente técnico Claudemir Sturion – vice-campeão paranaense da primeira divisão pelo Maringá Futebol Clube em 2014, será o técnico do Galo do Norte. A diretoria do GEM ainda não anunciou contratações ou elenco, mas isso deve começar a acontecer nas próximas semanas. 

O retorno do Grêmio é um desejo de muitos maringaenses que como quem lhe escreve, não esquece os grandes quadros que o GEM pintou no glorioso Willie Davids. Boa Sorte para nós guerreiros. Acho que merecemos.

 TERCEIRONA 

O arbitral aconteceu na capital do estado, e o Campeonato tem 13 clubes que se inscreveram para participar do certame que termina em novembro.

São eles: 

Araucária Esporte Clube Regatas, Associação Atlética Batel, Associação Portuguesa Londrinense, Atlético Clube Paranavaí, Clube Atlético Cambé, Empresa Brasileira de Futebol Arapongas Esporte Clube, Grêmio de Esportes Maringá, Grêmio Recreativo Esportivo Campo Largo (Grecal), Iraty Sport Club, Nacional Atlético Clube S/S, Patriotas Futebol Clube, REC Esporte Clube e Sport Club Campo Mourão.

Por – José Carlos Leonel/O Fato Maringá

A foto é do time do Grêmio de Esportes de 1975, ano em que disputou pela primeira vez o Paranaense – Museu Esportivo de Maringá – facebook

Paranavaí 10 de junho de 2022

Compartilhe: