Há 42 anos correndo pelo Brasil, “Senra” volta a ser ciclista

Antônio Senra Bernardo dos Santos, 70 anos, nascido em Paranavaí, é um verdadeiro atleta, levou o nome de sua cidade natal por inúmeras cidades deste Brasil onde esteve correndo, agora optou pelo ciclismo para não ficar parado.

Em 2021 no ciclismo, Senra e Ângela Mamajapadigital

Senra começou no judô, depois descobriu o pedestrianismo onde competiu até 2016, atualmente pratica ciclismo, representou há muitos anos a cidade em várias competições oficiais.

Judô em 1974

Outras atividades esportivas do cabo Senra (aposentado há 20 anos) foram: futebol, karatê, kung-fu, triathlon e outras sem muito destaque.

Em 1974 estava treinando judô, teve uma corrida de 5 mil metros, participei e fui campeão. Ali descobri meu potencial no pedestrianismo. Corri até 2016, quando machuquei os joelhos, tenho que operar o joelho direito outra vez. Fiz uma cirurgia, estava correndo bem nos treinos, e na Maratona do Fogo, de Dourados/MS, vi que não havia me recuperado bem, machuquei mais ainda o velho joelho. Agora tenho que passar por cirurgia novamente, enquanto não acontece estou pedalando, chego a pedalar quando não tenho viagens (tem dois caminhões), cerca de 600 quilômetros por semana. Até que o joelho aguentou até demais”.

Contou Senra
Premiação de prova

O paranavaiense disse que foi campeão muitas vezes, em várias cidades e capitais do Brasil, nos 5 mil, 10 mil km e em maratonas. Disputou Jogos Abertos do Paraná por Paranavaí, pedalou em vários jogos. O seu forte era maratona (42.195 metros).

Senra com Vanderlei Cordeiro em 2003

Participei de uma Maratona em São Paulo, fiquei entre os 10 atletas no geral, aí me convidaram para correr em Uberaba, Minas Gerais (1989) uma corrida de 100 km com muitos estrangeiros. Resolvi participar, fiz exames, passei e fui o sexto colocado com o tempo de 9h21m, foi sensacional a experiência”.

Disse Antônio Senra
1997 na Maratona de Porto Alegre

Antônio Senra pertence em Paranavaí a equipe Asparc, onde tem participado de pedais em vários trechos curtos e longões (mais de 100 km).

1997 Maratona de Brasília

Você se aposenta, se ficar parado é pior, então você tem que procurar estar ativo em qualquer segmento, mantendo a saúde em primeiro lugar. Com 40 anos fui campeão na São Silvestre dos Coroas, em outro ano fiquei em segundo. Corri várias São Silvestre, confesso que ganhei dinheiro, muitos troféus e medalhas, não me arrependo do esforço que teve objetivos alcançados”.


Falou Senra
Maratona de Blumenau

Senra por 37 anos conduz a tocha para acender a pira nas comemorações da Semana da Pátria em Paranavaí.

Maratona do Rio de Janeiro

No dia 30 de junho de 2021, Senra foi homenagem do BPM, no aniversário de 51 anos do 8º BPM em Paranavaí, recebeu uma medalha (“Personalidades Arenito Caiuá”, pelos ótimos 30 anos na PM.

Em Paranavaí
No futebol
Em Blumenau em 1997
1995 em Maratona em Curitiba
1999 em Curitiba, 15 km da Polícia Militar
Em 2003 em Teodoro Sampaio/SP com os amigos Valdir, Elenilson, Orlando, Valdinei e Josino

Paranavaí 04/07/2021

Compartilhe: