Deci, pai, campeão 27 vezes e artilheiro em 19 competições tem mais de 800 gols

O atleta e vigilante Valdecir Romão Dias, residente em Alto Paraná, pai de Raul (15 anos), atua como centroavante, foi campeão em 27 competições e artilheiro em 19 por dezenas de equipes, já marcou mais de oitocentos gols, só no futebol.

Deci com os troféus e medalhas de artilheiro

Deci (37 anos) também jogou futsal e futebol suíço, o que pode aumentar o número de gols marcados ao longo de sua carreira que começou em 1996 na equipe do Distrito de Maristela, categoria Terceirinho. Em 2002 disputou o Campeonato Varzeano Adulto por Santa Maria. No mesmo ano disputou o Campeonato Amador de Futebol por Cruzeiro do Sul. Em 2003 fez testes no Atlético Paranavaí, o técnico era Itamar Bernardes, que já tinha um grupo de atletas de sua confiança, que acabou sendo vice-campeão Paranaense. O atleta nunca participou de categorias de base. Foi artilheiro em 19 e campeão em 27 competições.

Deci e Adhemar (jogou no São Caetano)

Em 2008 fui campeão Amador por Cruzeiro do Sul (Liga de Nova Esperança); em 2004 foi campeão por Alto Paraná. Em 2009 fui campeão Amador por Guairaçá. No ano 2015 conquistei o bi da Taça Paranavaí e em 2019 pelo Estrela Vermelha. Em 2016 joguei por Graciosa e fui campeão. Também em 2016, fui campeão da Taça Peg Calce pela equipe União Sumaré. Em 2017 fui campeão da Copa Noroeste por Alto Paraná. Atuei por Mandaguaçu, Cruzeiro do Sul e Uniflor. Em 2016 fui campeão suíço da Copa Semel de Paranavaí por Presidente Castelo Branco (Móveis Indianópolis). Também no suíço fui campeão em 2018 pela equipe Rosa de Ouro no Municipal de Nova Esperança. Bicampeão Municipal de Alto Paraná pelo EC Alegria de Maristela em 2007 e 2008. Só pela Liga de Paranavaí entre Amador, Taça Bem Bem, Taça Paranavaí e Varzeano já marquei 104 gols, todos anotados em um caderno”.

Disse Deci
Marcelinho e Deci

O artilheiro de 1.75m, também passou pelas equipes América Vila Regina, São João do Caiuá, Japurá, Campo Belo, Ivaitinga, Sarandi (Sub-17), Brusque e Balança Beldan. Tem como hobby, colecionar fotos de equipes, possui álbuns com centenas de fotos, também de outras equipes que não atuou.

Uniflor em 2013

Eu gosto de colecionar fotos e troféus porque amo o futebol amador, é quase inexplicável a paixão que tenho pelo nosso amador raiz”.

Falou o artilheiro Deci
Beldan em 2017

Dias atrás ele anunciou que penduraria as chuteiras, mas esclareceu que é temporária a parada.

Vou me afastar do futebol até recuperar de uma lesão antiga que tenho, mas pretendo voltar para aumentar os meus números já citados e devidamente anotados”.

Esclareceu Deci
Móveis Indianópolis em 2016

Sobre a pandemia da Covid-19, Deci falou ao site avelaresporte.com

A doença existe claro, estão anunciando tanta gente morta (passa dos 100 mil brasileiros), tenho minhas dúvidas se esse número é real. Acredito que em breve haverá uma vacina que acabará com essa pandemia, e em 2021 a vida voltará a normalidade”.

Opinou Deci
Estrela Vermelha em 2019

FATO INUSITADO

Foi quando fui campeão da Copa Noroeste de Futebol em 2017, pela equipe de Alto Paraná, a final foi em Terra Boa. Vencemos Terra Boa por 4 a 1, eu marquei um, Carlos Vicente outro e Rodrigo Tufão dois gols. Após o jogo, fiquei conversando com uns torcedores e tomando umas latinhas, o ônibus e os carros que nos levaram foi embora, me esqueceram, depois de terem rodado uns 30 km, tiveram que mandar um carro voltar e me buscar, sorte que eu tinha sido campeão e feito um gol na final, se não tinha ficado lá”.

Narrou Deci
Copa Noroeste, por Alto Paraná: Peu, Junin, Tigueira, Deci, Carlinhos, Pedrin e Marcelo

Paranavaí 09/08/2020

Compartilhe: