Desafio inédito para Yuki Nagasato, jogar com homens

A atacante japonesa Yuki Nagasato deixou o Japão em 2009 para conquistar a consagração internacional, tendo com ápice o título da Copa do Mundo de 2011 com a seleção japonesa. Agora, depois de atuar com sucesso na Europa, Austrália e Estados Unidos, volta ao país para um desafio inédito: jogar em um time masculino.

Aos 33 anos, Yuki foi emprestada pelo Chicago Red Stars para o Hayabusa Eleven, equipe amadora que disputa uma liga local equivalente à oitava divisão do futebol japonês. O Hayabusa fica na região de Kanagawa, onde Yuki nasceu.

Campeã da Champions League Feminina com o Turbine Potsdam, em 2010, mundial em 2011 e prata olímpica com o Japão nos Jogos de Londres-2012, Yuki também defendeu Chelsea, Wolfsburg e Frankfurt antes de chegar ao Chicago Red Stars, em 2017, com uma saída breve por empréstimo para o Brisbane Roar, da Austrália.

Em 2010

Este ano de 2020, ela disputou apenas os dois primeiros jogos do Chicago Red Stars no torneio NWSL Challenge Cup, em julho, primeira competição da temporada nos Estados Unidos, antes de sofrer uma lesão muscular.

Por causa da pandemia da Covid-19, a National Women’s Soccer League não pôde realizar o Campeonato Americano, que deveria ser disputado entre abril e novembro. Depois da Challenge Cup, a NWSL deu início no último sábado, 5 de setembro a mais um torneio curto, a NWSL Fall Series, mas muitas jogadoras deixaram seus clubes para jogar em outros países, especialmente na Europa, e poder ter sequência de competição.

No comunicado oficial sobre a saída de Yuki, o Chicago Red Stars informou que o empréstimo da atacante ao Hayabusa Eleven terminará no início de 2021, quando ela retornará para a pré-temporada.

Fonte – ge

Foto divulgação – Chicado Red Stars

Paranavaí 10/09/2020

Compartilhe: