Técnico Kokan, “futebol hoje se ganha com organização”

De férias ao lado da família em Paranavaí, sua cidade natal, o técnico Kokan do time Nação Esportes, de Joinville/SC, vice campeão catarinense da Série C, pretende continuar dirigindo o time que disputa a partir de maio a Série B, pois segundo ele futebol hoje se ganha com organização.

Nação Esportes em 2021 na Série B

Em Joinville ele teve o trabalho reconhecido e tem credito junto a direção do Nação Esportes.

O presidente do Nação Esportes, é o paranavaiense Tiago Reis, que já o conhecia de Paranavaí. Ele assistiu uma reportagem que Kokan gravou na ESPN e mostrou interesse em levá-lo para Joinville.

Ele queria montar um time e foi atrás de uma pessoa, montamos um projeto de futebol. Ele fez um CT e montamos um projeto bacana, para revelar atletas. Montamos o infantil e o juvenil, e no mesmo ano era obrigado a disputar o profissional, então montamos, contratamos alguns atletas, e perdemos só um jogo, mas não subimos. Em 2019 com nosso trabalho conseguimos colocar sete atletas para jogar em alto nível. Ai a coisa pegou gosto, e em 2020, fizemos plano para fazer um time Sub-20 para disputar o profissional, veio a pandemia, o campeonato ficou parado, a Federação depois lançou a competição e fizemos um plano em subir para a Série B, me deram carta branca, peguei os atletas da base, alguns desacreditados, como tenho uma carteira grande, pesquisei atletas que tinham atuado em times grandes e precisavam de nova oportunidade, relacionamos alguns e treinamos por 60 dias, quando formamos o time, só tínhamos uma certeza, que iriamos brigar para subir, pois montamos um time de qualidade”.

Falou Kokan
Kokan

O time de Tiago Reis teve um orçamento em torno de R$ 150.000,00, outros times que não subiram chegaram a gastar mais que o dobro.

O Campeonato Catarinense da Série B deve começar em maio, e Kokan já retornará para auxiliar nas competições das categorias de base, ele acha que se o projeto continuar dando certo, em menos de três anos o Nação Esportes deve integrar a Série A Catarinense.

ATLETA/TÉCNICO

Kokan em 1980 no América/RJ

Aparecido de Adão Gonçalves de Souza (Kokan), 53 anos, jogou futebol profissional de 1985 a 1997, por contusão no tendão direito, no jogo entre Nacional e Paulista de Jundiaí, ele teve que fazer uma cirurgia, jogou ainda por mais dois anos e encerrou a carreira no Atlético Paranavaí em 1999.

Outros times que Kokan atuou: América/RJ, Novorizontino, Ituano e São Caetano.

ACP em 1980

Após parar no futebol, recebi um convite do Nico Vendramin para tomar conta da Escolinha de Futebol do Paranavaí Atlético Clube, com treinos no campo do Tiro de Guerra. O Nico dava oportunidades para atletas e pessoas de Paranavaí para trabalhar. Depois fui convidado para dirigir o juvenil do PAC, fiquei uns 7 anos. Depois fui para Cianorte em 2009, onde fiquei por 4 anos”.

Contou o técnico paranavaiense

Kokan dirigiu o Projeto Nave/Santos em Nova Esperança (vice-paranaense Sub-17 em 2013), o Juventude Brasil (Curitiba), esteve no Prudentópolis (acesso à 1ª Divisão em 2016) e no Verê (3º no Paranaense Sub-17), no Nação foi campeão Sub-20 em 2019.

O técnico do Nação Esportes contou um pouco de sua vida no futebol como técnico.

Quando a gente fala que ajudou a revelar atletas, cria-se um certo ciúme nas pessoas, eu sempre falo que recebi ajuda quando era criança, então eu procuro ajudar. Morei por 7 anos na Casa da Criança em Paranavaí (dos 6 aos 14 anos. Perdi meus pais, sem esperança, mas acreditando em Deus, e pessoas me ajudando. Eu vivi no futebol com a ajuda de muitos e hoje estou retribuindo na ajuda dos atletas em formação”.

Explicou Aparecido

Kokan disse que não gosta de falar sobre descobertas, pois falam que todos começaram com ele.

Kokan doou um bola para o Bolão do site avelaresportes.com, Rogério ganhou

Tínhamos um trabalho que era dar oportunidades, os goleiros João Carlos, Fabrício e Cezinha jogaram no PAC. Começaram no futsal no São Lucas e depois foram para o PAC. Os três goleiros disputaram campeonatos pelo PAC. Treinava os atletas, não pensando em ganhar dinheiro, não temos documentos de ninguém, faço isso porque alguém fez por mim”.

Finalizou Kokan
Danilo Avelar, Kokan e Miranda

Danilo Avelar e Miranda no início de suas carreiras tiveram ajuda de Kokan, pois ambos treinaram no Paranavaí Atlético Clube. O gremista Pepê foi indicado ao Grêmio por Kokan.

Paranavaí 07/02/2021

Compartilhe: